terça-feira, 18 de junho de 2013

ALAGOAS REGISTRA MAIS DE MIL ASSASSINATOS EM 2013

Dados oficiais divulgados nesta terça-feira (18) pela Secretaria de Estado da Defesa Social revelam que Alagoas superou a marca de 1.000 assassinatos este ano. Os números mostram que entre o dia 1 de janeiro e 17 de junho foram mortos 1.010 pessoas, por arma de fogo ou arma branca, na capital e no interior do estado. Só no mês de maio, foram 183 crimes – um a mais que no mês anterior.

Em Maceió, foram registrados 368 assassinatos. A média de homicídios na capital é de 2.44 por dia. No estado, a média é de 6.24. O domingo é o dia da semana em que é registrado o maior número de crimes. Em seguida aparecem o sábado e a sexta-feira.

Conforme o relatório da Defesa Social, 95,02% dos mortos são homens e apenas 4,98% mulheres. Destes, cerca de 54,49% estão na faixa etária entre 18 e 29 anos. Em seguida, aparecem vítimas com idade entre 30 e 45 anos. Os adolescentes – entre 12 e 17 anos - figuram como o terceiro grupo mais vulnerável, representando 12,29% dos mortos.

O levantamento aponta ainda que 83,73% das vítimas são mortas com arma de fogo. O número de mortos com arma branca representa 8,97%; seguido de espancamentos, com 3,32%. A maior parte dos crimes, 63,24%, acontece em vias públicas. Em segundo lugar, aparecem as próprias casas das vítimas ou imediações, com 30,88%. Locais considerados ermos somam 4,41%.

O ponto alto da violência em Alagoas aconteceu no mês de março, quando foram registrados 212 assassinatos. O mês de maior foi o segundo maior em homicídios, com 183 mortes, um a mais que no mês de abril quando foram registradas 182 mortes. Nos meses de janeiro e fevereiro foram registrados, respectivamente, 196 e 169.

Com Informações da Gazetaweb

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira