quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Governo segura divulgação de dados que podem afetar campanha de Dilma

0 comentários

Por decisão do governo federal, o país chegará ao segundo turno da eleição presidencial no domingo sem ter dados atualizados sobre o desempenho dos alunos em português e matemática e a arrecadação de tributos, estatísticas potencialmente negativas para a campanha da presidente Dilma Rousseff.

Como a Folha informou, também só serão divulgados depois da eleição dados sobre o desmatamento e um novo estudo sobre o contingente de pobres e de miseráveis.

Avaliações independentes ou informações oficiais já publicadas sinalizam que os indicadores mostrarão piora nessas duas áreas.

Diferentes instituições do governo Dilma Rousseff responsáveis por esses dados apontam questões técnicas, administrativas ou legais para explicar o que houve.
No caso da educação, tradicionalmente até agosto são apresentados os resultados de um exame nacional aplicado, a cada dois anos, a mais de 7 milhões de alunos.

Em setembro, o Ministério da Educação divulgou indicador que usa como base a prova de 2013 e a taxa de aprovação dos alunos –o Ideb–, sem mostrar qual foi o resultado em cada âmbito.

Assim, não é possível saber como está o nível atual dos estudantes brasileiros em português e matemática.

Por meio de dados secundários do próprio ministério, é possível estimar que os estudantes do ensino médio tiveram notas piores na prova nacional, mas menor reprovação nas escolas.

Os colégios nesse nível de ensino são mantidos majoritariamente pelos Estados, mas cabe à União induzir melhorias no sistema.

Já os alunos do ensino fundamental devem ter obtido desempenho positivo nas duas matérias.

Associação de funcionários do Inep (órgão que organiza a prova) divulgou carta pedindo autonomia ao órgão e "proteção frente a demandas de caráter privado".

O professor da USP Ocimar Alavarse, especialista em avaliações educacionais, afirma que o intervalo entre a aplicação da prova (novembro de 2013) e a divulgação dos resultados (provavelmente novembro de 2014) "limita a análise" dos dados.

ECONOMIA

Outra informação que será divulgada apenas após as eleições é o resultado da arrecadação de tributos em setembro. Mantida a tendência recente, a arrecadação será menor do que a esperada pela gestão Dilma.

O anúncio normalmente ocorre até o dia 25. Em abril, maio e junho, porém, foi feito após essa data (nos dias 27, 26 e 28, respectivamente).

Na aferição do desmatamento da Amazônia, cujos resultados são divulgados todo mês, apenas em novembro serão publicados os dados de agosto e setembro.

Segundo análise da ONG de pesquisa Imazon, a taxa subiu 191% se comparado os bimestres de 2013 e 2014.

Outra divulgação postergada foi o estudo do Ipea que analisará o número de miseráveis no país. Um diretor chegou a pedir afastamento devido à decisão.

Segundo pesquisa do Iets (Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade), houve ano passado pequeno aumento no número de indigentes. A informação já foi usada pelo tucano Aécio Neves em sua campanha.

Os órgãos responsáveis pela postergação da divulgação dos dados citaram questões técnicas, administrativas ou legais para explicar o atraso das informações.

Com Informações da Folha de S.Paulo
Continue lendo

Para inglês ver: "Dilma mente sobre Transposição e deixa nordestinos irritados"

0 comentários

Faltando quatro dias para as eleições, dois ministros enviados pela presidente Dilma estiveram, ontem, em Floresta, fazendo proselitismo eleitoral em torno da Transposição. Com a intenção de “vender” a ideia de que a obra é uma realidade, forçaram um teste artificial de bombeamento de um dos canais.

Tudo foi devidamente cronometrado para produzir efeito político e eleitoral. De Brasília, o Ministério da Integração, que não está nem aí para a mídia regional, pautou a Imprensa para acompanhar o “circo” e ainda ligou para diversos blogueiros do Nordeste para checar o recebimento do material (vídeo, imagens e texto).

Dilma, candidata à reeleição, fez de tudo para acompanhar o “falso teste”, mas na semana passada, quando ainda passava pela sua cabeça chegar lá com uma equipe da sua propaganda eleitoral, trabalhadores rurais fizeram um protesto, sob a alegação de que o bombeamento, mesmo para um teste, iria retirar 1% do lago de Itaparica, que está com sua capacidade hídrica comprometida.

As imagens geradas passaram a ser exploradas ontem mesmo na propaganda eleitoral, tudo, repito, para passar a ideia de que a Transposição é uma realidade. Mas não é. Ontem mesmo, trabalhadores contratados pela Mendes Júnior para o trecho entre Cabrobó e Penaforte (CE) paralisaram suas atividades, porque a empreiteira não está pagando as empresas terceirizadas.

Só uma empresa de alimentação está com uma pendência de R$ 2 milhões, que já entrou para o sexto mês. Sem poder oferecer uma refeição de qualidade, como determina a legislação trabalhista, passou a servir cuscuz, macarrão e ovo no almoço e jantar, enquanto para o café da manhã disponibiliza apenas pão com margarina.

A mesma empreiteira, responsável por aquele lote, chegou a promover a demissão de 400 trabalhadores na semana passada, mas teve que suspender depois de pressões do Governo, para não prejudicar a reeleição de Dilma. As cenas que o caro leitor passará a ver a partir de agora, que vão “encantar” pela forma cinematográfica, são apenas produtos de uma exploração em período eleitoral.

Programada para sair do papel em 2010, a Transposição anda capenga, sem previsão de conclusão. O valor da construção saltou de R$ 4,7 bilhões para R$ 8,2 bilhões entre compensações ambientais, desapropriações e despesas com mão de obra.

Apenas em licitações, o TCU identificou sobrepreço de R$ 876 milhões, além de R$ 248 milhões em aditivos acima do limite estipulado por lei. O TCU deu o primeiro alerta ainda em 2005, quando o tribunal fiscalizou os primeiros editais de concorrência para elaboração do projeto, execução e supervisão das obras, que foram “cancelados em decorrência do sobrepreço detectado da ordem de R$ 400 milhões”.

REALIDADE– Enquanto o Governo monta o circo da Transposição, muitos moradores dos municípios do semiárido nordestino nem sequer têm água nas torneiras; usam a água distribuída por caminhões-pipa, de poços particulares ou públicos (a maioria com água salobra) ou da chuva (quando chove). Em Pernambuco, o Exército não consegue atender a demanda por carros pipas com o agravamento da estiagem.

Com Informações do Magno Martins
Continue lendo

'Lula apequena sua biografia com ataques torpes e absurdos', diz Aécio

0 comentários

Foto Reprodução
O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, afirmou nesta quarta-feira (22/10), em Belo Horizonte (MG), que "ignora" os ataques do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para ele, a agressividade do petista é "triste para sua biografia".

“Só quem perde com isso é ele [Lula]. [O ex-presidente] apequena sua biografia com ataques torpes e absurdos”, acrescentou Aécio, reagindo às comparações feitas por Lula entre tucanos e nazistas. Lula, durante comício no Recife, disse que “parece que estão agredindo a gente como os nazistas agrediam no tempo da Segunda Guerra".

“O Lula não está disputando a eleição, apenas ignoro. Eu lamento apenas que um ex-presidente da República se permita cumprir um papel tão inexpressivo como esse que ele vem cumprindo no final dessa campanha eleitoral”, destacou.

Verdades

O candidato afirmou também que reagirá à campanha de mentiras do PT apresentando propostas e verdade. Para ele, os eleitores é que definirão como querem ver o Brasil no futuro – com base em verdades ou na infâmia.

“Deixo que pessoas respondam nas urnas a todas essas infâmias. A minha campanha é a da verdade. A minha campanha é a da responsabilidade. É uma campanha que busca mudar o Brasil para todos os brasileiros”, disse Aécio. “Se o Brasil quiser algo novo, algo vigoroso, algo correto, algo respeitoso, a minha candidatura está aí, à disposição de todos.”

Aécio afirmou ainda ser vítima de ataques apócrifos em cartazes, jornais e outros materiais de campanha pelo país. “Hoje mesmo são boletins e jornais apócrifos, anônimos, sendo distribuídos em todo o Brasil, exatamente dando a ideia de que nós poderíamos estar indo na direção da diminuição e do fim dos nossos programas sociais ou da privatização de bancos públicos”, afirmou ele.

O candidato reiterou seus compromissos em ampliar os programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, e o fortalecimento das instituições públicas e valorização dos servidores. “Esta campanha vai ficar marcada na história do Brasil como a campanha da infâmia por parte dos nossos adversários”, ressaltou Aécio.
Continue lendo

Aécio convoca voto e confiança ao dizer que fará o maior governo da história

0 comentários


O som de milhares de vozes bradando, em uníssono, o Hino Nacional e palavras de ordem como “eu acredito!” encheram a Praça da Estação, em Belo Horizonte (MG), na noite desta quarta-feira (22/10), durante ato de apoio à candidatura de Aécio Neves, da Coligação Muda Brasil, à Presidência da República. Cercado por apoiadores e pelas bandeiras de todos os Estados brasileiros, Aécio prometeu a seus eleitores realizar “o maior governo da história desse país”.

“Minas foi testemunha da minha caminhada, e, portanto, a vocês eu digo, para que o Brasil inteiro nos ouça: no próximo domingo, com a força dos mineiros, serei eleito presidente da República. Serei eleito para honrar Minas, o Brasil, e para mostrar o caminho da verdadeira mudança. Me deem seu voto e sua confiança, que eu darei a vocês o maior governo da história desse país”, afirmou.

Aécio destacou que faltam exatos quatro dias para um momento decisivo na história brasileira, onde a população não vai escolher apenas o próximo presidente da República, mas sim em qual país quer viver: “um Brasil honrado, que respeita a sua história e constrói o seu futuro, ou esse país da vergonha, da mentira e das ofensas em que se transformou a campanha da adversária”, a petista Dilma Rousseff.

“São pouquíssimos dias que nos separam da libertação do Brasil. Porque, se há trinta anos, o presidente Tancredo [Neves] nos libertou da ditadura, eu vou libertar o Brasil de um governo que se ocupou do Estado nacional em benefício de um pequeno grupo, em detrimento dos interesses maiores da nossa gente. Não venho para dividir, venho para unir esse país em torno de valores como a ética e a honradez, para unir os brasileiros em torno de um só projeto de desenvolvimento e de justiça social”, acrescentou.

‘Construção do destino’

Ao lado da mãe, Inês Maria, do senador eleito pelo PSDB, Antonio Anastasia, do governador de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho (PP), do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), e de lideranças políticas de todo o país, além do compositor Fernando Brant, do cantor Raimundo Fagner, da dupla sertaneja César Menotti e Fabiano, e dos atores Milton Gonçalves e Cláudia Rodrigues, Aécio agradeceu “do fundo do coração” a presença dos milhares de apoiadores no último ato político de sua campanha.

“Agradeço do fundo do meu coração a presença de cada um de vocês aqui hoje. O Brasil pode mudar, e essa mudança está em nossas mãos. Ninguém viu nessa campanha eleitoral o que eu vi, ninguém sentiu a energia que eu senti. Eu já sou um vitorioso. Mas no domingo, o Brasil será o grande vitorioso”, disse, muito aplaudido pela multidão.

Aécio destacou ainda que a história se repete: “Sempre que a dificuldade era grande, o Brasil buscava em Minas um líder para construir a mudança. Foi assim com Juscelino [Kubitschek] há 60 anos. Depois, passados 30 anos, coube a outro mineiro, o meu avô Tancredo Neves, nos conduzir ao reencontro com as liberdades e com a democracia. E quase que como uma construção do destino, outros 30 anos se passaram, e eu estou aqui, com os mesmos valores, a mesma coragem e determinação, para dar ao Brasil um governo que seja de todos os brasileiros”, salientou.

As cores do Brasil

O candidato da Coligação Muda Brasil convocou ainda os brasileiros para vestirem as cores da bandeira – verde, azul, e amarelo –, no próximo sábado (25/10), e saírem às ruas para pedir pela verdadeira mudança. Para o senador eleito Antonio Anastasia, o próximo domingo (26/10) trará a Aécio “uma vitória retumbante, para calar a boca dos que insistem em falar baixarias contra os mineiros e os brasileiros”.

“Nós não toleraremos isso. A resposta virá forte e firme nas urnas. Aécio será o presidente que vai unir o Brasil. Por isso, tire daqui a energia e força necessárias para lutar, e vamos todos juntos. Muda Brasil!”, afirmou o senador eleito.

O ator Milton Gonçalves lembrou que o voto é um gesto de responsabilidade com as gerações que estão por vir. “Hoje, quem está aqui é o Milton cidadão, consciente do seu caminho, daquilo que quer dizer. Para mim, a pessoa mais importante desse país é e será Aécio Neves. Temos a responsabilidade, para com os nossos filhos, de trilhar o melhor caminho”, avaliou.

O cantor Fabiano Menotti ressaltou que Aécio é o nome certo para conduzir as mudanças que o Brasil precisa. “Tenho certeza que Aécio não vai nos faltar. Estamos com você”, afirmou. “Estamos aqui hoje por acreditar em um Brasil melhor”, acrescentou o irmão, César. A atriz Cláudia Rodrigues completou: “Acho bom pensarem em votar certo. Votem 45!”.

Chave de ouro

Emocionado com a grande festa de apoio a Aécio Neves, o captador de recursos Nilo Santi, de 42 anos, afirmou que o evento fechou “com chave de ouro” a campanha de Aécio em Minas Gerais. “Fiquei muito emocionado. Eu me lembrei de quando eu era criança, da época de Tancredo, quando tínhamos tanta esperança. Me veio o pensamento de que Aécio veio para completar o trabalho que Tancredo não conseguiu, governar esse Brasil”, disse.

Para Santi, o país precisa voltar a ser o que era quando o PSDB estava no governo, no período do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso. “O que a gente precisa é de uma equipe de competência, que trabalhe com honestidade, correção, para o Brasil voltar a crescer.”
Continue lendo

Aécio afirma que será parceiro de PE e condena falta de repasses federais

0 comentários


O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, afirmou nesta quarta-feira (22/10), em entrevista por telefone à Rádio Jornal (do Recife), que uma vez eleito será o “grande parceiro” do governador eleito Paulo Câmara (PSB) e do prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB). 

Aécio lembrou ter apresentado um projeto de desenvolvimento específico para a região Nordeste, o Nordeste Forte, que teve como uma das inspirações suas conversas com o ex-governador Eduardo Campos, de quem era amigo.

“Eu tenho um Nordeste no território mineiro. Meu pai é da região mais pobre do Vale do Jequitinhonha. O que eu posso garantir aqui é que, a quatro dias desta eleição, eu serei o grande parceiro do prefeito Geraldo Júlio e do governador Paulo Câmara”, disse Aécio.

Retaliação

Aécio condenou a retaliação do governo federal a Pernambuco por parte da presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição. Desde o ano passado, Pernambuco aguarda o repasse de verbas para obras no Estado.

“Eu vejo o governo federal deixar de fazer o repasse federal para o Hospital da Mulher, em Recife, ou para área da saúde ou para o novo Pátio da Feira de Afogados simplesmente porque o prefeito Geraldo Julio e o governador Paulo Câmara tiveram posição solidária a Eduardo Campos”, afirmou Aécio, que recebeu no segundo turno das eleições o apoio do PSB.

O governo petista deixou de repassar R$ 81,8 milhões prometidos para obras importantes no Recife. Do Hospital da Mulher, por exemplo, R$ 48,8 milhões foram prometidos, mas apenas R$ 1 milhão foi repassado. Das demais obras – Escola de Saúde, Reforma do Geraldão, Pátio da Feira de Afogados e pavimentação do Ibura – o governo federal não repassou nenhuma verba.

“Eu acho [a retaliação] um grande equívoco, porque o dinheiro não é deles [do governo do PT]. Não tem esta história de dinheiro estadual e dinheiro federal. Tem de dinheiro público, que é do cidadão”, ressaltou Aécio.

Nordeste

Na entrevista, Aécio reiterou que será o presidente da República do Brasil e do Nordeste. Ele se comprometeu a ampliar o programa Bolsa Família e tratar o Nordeste de forma diferenciada. O candidato antecipou que, em recente conversa com Paulo Câmara e Geraldo Júlio, afirmou que uma das suas prioridades é a nova duplicação da BR 232 – que liga Recife a Parnamirim com mais de 530 quilômetros de extensão.

“Tenho este compromisso com o Estado. Vamos investir em infraestrutura e educação. No meu governo, as obras vão começar e vão ser concluídas. Estamos aí com a transposição [do rio São Francisco], que era para ser inaugurada em 2010. Estamos em 2014 e não se sabe quando fica pronto. A Transnordestina da mesma forma: 10% dos trilhos estão no lugar”, citou o candidato na rádio.

Agressões

Diante dos últimos ataques desferidos pelo ex-presidente Lula, no último dia 21/10 em Pernambuco, contra as lideranças do PSDB, Aécio reagiu afirmando que a política precisa de “mais generosidade”. “O adversário não precisa ser tratado como um inimigo a ser dizimado a qualquer custo”, destacou ele.

No Recife, Lula chegou a comparar os tucanos com "nazistas na Segunda Guerra", em mais uma incitação ao ódio e às agressões, prática que o PT vem se especializando. Aécio afirmou que a atitude não é própria de uma campanha que está “tranquila”. Ao contrário. “É próprio daqueles que acham que o poder é eterno”, destacou Aécio.

“Não é uma campanha de quem está se sentindo vitorioso”, afirmou Aécio, lembrando que sempre teve “respeito pessoal” por Lula e que teve com ele uma “relação republicana”, quando foi governador de Minas Gerais e o petista, presidente da República.

“O que eu não acho apropriado - e aqui fico apenas nessa crítica - é um ex-presidente da República numa campanha eleitoral ofender adversários apenas porque são seus adversários. Acho que a figura presidencial deve de alguma forma ser preservada”, concluiu Aécio.
Continue lendo

#VemPraRuadia22 reúne milhares de pessoas em 8 capitais em apoio a Aécio

0 comentários

Em São Paulo, mais de 10 mil pessoas participaram de manifestação pedindo mudanças

Com o chamado #VemPraRuadia22, manifestantes saíram às ruas nesta quarta-feira (22) em sete capitais do Brasil e nos municípios de Ribeirão Preto (SP) e Londrina (PR) para manifestar seu apoio ao candidato a Presidente da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, e resgatar o sentimento de mudança que tomou o Brasil a partir das manifestações de junho de 2013.

Em São Paulo, o ato começou no Largo da Batata, na Zona Oeste de São Paulo, um dos pontos mais populares da capital. De acordo com a Polícia Militar, a manifestação reuniu mais de 10 mil pessoas, que seguiram do Largo da Batata, em caminhada, para a Avenida Brigadeiro Faria Lima, encerrando o ato ao som do Hino Nacional.

Com cartazes, adesivos de Aécio, camisas e bandeiras do Brasil, os manifestantes pediam mudanças no governo e o fim da corrupção no país. A mobilização contou com as presenças do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, o deputado federal Paulinho da Força (SDD-SP), o ex-coordenador da campanha de Marina Silva, o deputado federal Walter Feldman (PSB-SP), o ex-jogador de futebol Ronaldo Fenômeno e a cantora Wanessa Camargo.

Fernando Henrique discursou, ressaltando que “a classe média e a classe trabalhadora querem mudança”. "A mudança não se faz apenas com pessoas jovens. Eu, por exemplo, tenho 83 anos e continuo trabalhando para mudar este país", completou o ex-presidente.

Mais uma vez alvo de ataques do ex-presidente Lula nesta campanha, Fernando Henrique disse estar cansado desse tipo de expediente petista. "Eu estou cansado de ouvir mentiras sobre o meu governo."

Já Walter Feldman enalteceu a espontaneidade da manifestação. “Esse foi um movimento das ruas, nós não organizamos nada, foi tudo feito pelas redes sociais, exatamente no mesmo espírito dos protestos de junho de 2013”.

O candidato a presidente pelo PV, Eduardo Jorge, o vereador do PV Gilberto Natalini e o jurista e ex- ministro do governo Lula, Miguel Reali Júnior também discursaram. "O PV foi o primeiro partido que decidiu apoiar Aécio no segundo turno", disse Jorge, que criticou o aparelhamento do governo Dilma.

Também falando de improviso, Ronaldo reafirmou seu desejo de mudar o país com Aécio. "Venho aqui para me juntar a vocês e pedir nada mais do que mudanças", falou à multidão. Paulinho da Força afirmou que se trata de um “movimento cívico em defesa do Brasil”.

Atos semelhantes ocorrem simultaneamente em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza, Recife e Teresina.
Continue lendo

Na corrida presidencial, Aécio bate Dilma, amplia os números e mantém liderança

0 comentários


Pesquisa do Instituto Veritá mostrou que nesta reta final da corrida pela Presidência da República a população brasileira está surfando na “Onda da Razão” e levando o candidato da Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, à vitória. 

Levantamento divulgado nesta terça-feira (21/10) pelo jornal Hoje em Dia, mostra Aécio com 53,2% dos votos válidos enquanto a presidente Dilma Rousseff (PT) tem 46,8% da preferência do eleitor. 

Nos votos totais, Aécio aparece com 47% das intenções de voto. Dilma aparece com 41,4%. Os indecisos somam 7,8% e outros 3,7% votariam em branco ou nulo. 

O instituto também perguntou quem os entrevistados acreditam que será eleito o próximo presidente da República, no dia 26 deste mês. Para 56%, o senador tucano vencerá a disputa. Os outros 44% acreditam que a petista sairá vitoriosa. 

O Veritá constatou ainda que a rejeição da presidente Dilma é maior que a de Aécio. O índice de rejeição dela é de 46,1% dos eleitores. 

A pesquisa foi realizada entre os dias 17 de outubro e ontem, e a margem de erro é de 1,4 ponto percentual para mais ou para menos. O levantamento ouviu 7.700 eleitores em 213 cidades de todos os Estados brasileiros. Ela foi registrada com o número 01144/2014 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O nível de confiança é de 95%.
Continue lendo

Sandra Starling Fundadora do PT passa a apoiar Aécio Neves 45

0 comentários

Sandra Starling afirmou, em artigo, que seu voto é um "veto ao voto em Dilma"

Fundadora e estrela de primeira grandeza do PT até 2010, Sandra Starling revelou em artigo divulgado nesta quarta-feira que seu voto para presidente será de Aécio Neves, do PSDB. “Meu voto é um veto ao voto em Dilma”, diz a ex-deputada que chegou a ser líder do Partido na Câmara. “O PT se julgou a consciência política do Brasil, mas é tão corrupto quanto os demais”, afirmou.

Sandra Starling foi uma das principais lideranças do PT em Minas Gerais, sendo a primeira candidata da legenda a disputar o governo do Estado, em 1982. No primeiro mandato de Lula (2003 e 2006) ocupou a secretaria executiva do Ministério do Trabalho. A decisão de apoiar o tucano Aécio Neves se deu depois que soube da “censura” imposta pela presidenta Dilma Rousseff ao IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Segundo a ex-líder do PT, os dados levantados pelo IPEA mostrariam que a “desigualdade social no Brasil não diminuiu. “Não dá para continuar acreditando nas mentiras que a presidenta Dilma vem contando”, afirmou. “Votar em Dilma seria exercer o direito de ser idiota”.

Sandra Starling não é a primeira fundadora do PT que se rebela contra os rumos tomados pela legenda desde que chegou ao poder em janeiro de 2003.

O jurista Hélio Bicudo, que chegou a ser vice na chapa de Lula em 1982, quando o ex-presidente disputou ao governo paulista, e foi vice-prefeito de São Paulo na gestão de Marta Suplicy, também tem feito sérias críticas ao PT e a forma como o partido vem se portando no governo federal. “Se Dilma vencer a democracia estará em jogo”, chegou a dizer o jurista em 2010. Homem de história comprometida com a ética e com a defesa dos Direitos Humanos, Bicudo deixou o PT em 2005, logo depois do escândalo do Mensalão.

Com Informações IstoÉ
Continue lendo

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Vídeo da Hora: Criminoso tenta morder rosto de repórter da Record

0 comentários


A repórter da Record, Gracie Kelly, passou por um susto durante a gravação de uma reportagem para o “Cidade Alerta”. Ela tentava entrevistar um homem acusado de ter assassinado quarto mulheres, quando foi surpreendida e quase foi mordida pelo homem na porta da delegacia.

“Fala com a gente, fala. Se defende. Aqui não dá para matar mulher, né?”, disse ela após o ocorrido.

Marcelo Rezende ficou indignado com a situação e expressou sua revolta.

“Repara, repara. Ele tentou morder e ainda deu um chute no joelho da [repórter] Gracie, que vai ter que ir para o departamento médico porque está inchado. Esse é o flagrante que mostra o grau de violência do marceneiro”, concluiu.
Continue lendo

Saiba quando, onde e como será o último debate entre os presidenciáveis

0 comentários

Globo fará último debate entre presidenciáveis

O debate entre presidenciáveis, que será realizado pela Globo na sexta-feira (24), a dois dias das eleições, não terá surpresas.

De acordo com informações da coluna Outro Canal, do jornal Folha de S. Paulo desta quarta-feira (22), o último confronto televisivo entre os candidatos antes da eleição será bem parecido com o do pleito de 2010.

Cenário em formato de arena, com 80 eleitores indecisos na plateia. Eles participam do segundo e do quarto blocos do programa com perguntas. O primeiro e terceiro bloco serão para enfrentamento direto. O quinto bloco vai servir para as considerações finais.
Continue lendo

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Vem aí a 28ª Feira do Bordado Manual. Confira as datas

0 comentários

Uma dos mais antigos eventos da cidade de Passira, Agreste de Pernambuco, é a Feira do Bordado Manual. Em 2014 o evento de negócios segue para a 28ª edição e acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de novembro. Nos últimos anos a feira ganhou uma nova roupagem e deixou de ser humilde para ser um verdadeiro Shopping ao Ar Livre.

Segundo informações, as inscrições para stands estão abertas e interessados deverão entrar em contato com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.
Continue lendo

Aécio Neves diz que vai “libertar” os brasileiros do PT

0 comentários


Ao lado de lideranças do Estado do Mato Grosso do Sul, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, subiu o tom contra os petistas e reiterou que vai “libertar” os brasileiros do governo do PT. “Vou vencer as eleições e vou tirar o governo do PT. Vou libertar os brasileiros desse partido político que esqueceu dos brasileiros”, afirmou Aécio em comício realizado nesta terça-feira, 21, no Clube nipo-brasileiro.

Aécio lembrou que restam apenas cinco dias para a eleição e convocou os presentes para “fazer a mudança mais importante nos últimos anos”, em referência à própria eleição. “O que está em jogo é muito mais do que a vitória de um partido político. Temos uma oportunidade histórica”, disse. “Fiquem vigilantes até o dia 26″.

Mais cedo, em coletiva de imprensa, Aécio contestou o resultado do Datafolha, que o mostrou numericamente atrás de Dilma Rousseff (PT), no limite do empate técnico. Os institutos de pesquisas estão devendo explicações desde o primeiro turno. Os erros foram grosseiros em toda parte”, afirmou. “Se o resultado é esse, em comparação com o primeiro turno, considero que o Datafolha me coloca como próximo presidente da República”.

Aécio contesta Datafolha e lembra erro no 1º turno

No ato em Campo Grande, o candidato do PSDB ao governo do Estado Reinaldo Azambuja, ironizou o adversário do PT na disputa local Delcídio Amaral. “Aqueles que achavam que iam ganhar no primeiro turno compraram até o terno da festa mas esqueceram de combinar com o povo”, disse. De acordo com a última pesquisa Ibope, divulgada ontem, Azambuja tem 51% dos votos válidos contra 49% de Delcídio, em empate técnico.

Aécio e Azambuja defenderam o voto casado no Estado com o objetivo de fortalecer futuras parcerias nas áreas de infraestrutura, saúde e segurança.

Após o ato, Aécio deve seguir para Goiânia, onde participa de eventos ao lado do governador Marconi Perillo (PSDB), que tenta a reeleição.

Com Informações do Estadão Conteúdo
Continue lendo

BOMBA: Globo aumenta votos de Dilma e divulga pesquisa com 102%

0 comentários

O jornalista Heraldo Pereira apresenta a pesquisa eleitoral no Jornal da Globo, na madrugada desta terça (21)

A Globo errou. O canal divulgou dados errados de uma pesquisa de intenção de votos para presidente da República no “Jornal da Globo” da madrugada desta terça-feira (21). No levantamento do Datafolha, encomendado pela emissora junto com o jornal Folha de S.Paulo, o total dos votos válidos de Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) na região Sudeste soma 102% (a porcentagem correta deveria ser 100%). A rede cometeu um equívoco e deu dois pontos percentuais a mais para a candidata petista.

Heraldo Pereira exibiu, no telejornal, em um telão as intenções de voto de cada candidato por região. No Sudeste, Dilma Rousseff apareceu com 46%, contra 56% de Aécio Neves, totalizando 102%. Contudo, a soma não pode ultrapassar 100%. A pesquisa real mostra a petista com 44%. A porcentagem do candidato tucano ficou correta.
Globo erra e tem pesquisa com 102%

O erro na soma da pesquisa não foi percebido pelos apresentadores do “Jornal da Globo”, Christiane Pelajo, William Waack e por Heraldo Pereira. As porcentagens foram divulgadas de forma correta em outras regiões.

Realizada pelo instituto Datafolha, a pesquisa ouviu 4.389 eleitores na última segunda-feira (20). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança da pesquisa é de 95%.
Continue lendo

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Aécio e Dilma amenizam o tom e discutem propostas em novo debate

0 comentários



Os candidatos a presidente Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) trocaram críticas em debate na noite deste domingo (20) na TV Record, mas privilegiaram a discussão de propostas e amenizaram o tom agressivo dos dois confrontos anteriores do segundo turno, o do SBT, na última quinta (16), e o da TV Bandeirantes, na terça (14).

Durante todo o debate, eles se trataram por "candidato" ou "candidata", sem se dirigirem um ao outro pelos nomes. Aécio chegou a afirmar, logo na primeira questão formulada a ele por Dilma, sobre o Supersimples: "Agradeço a qualidade da sua primeira pergunta". Em seguida, os dois presidenciáveis passaram a fazer acusações um ao outro, mas dentro de questões que abordaram temas de governo.

Ao perguntar sobre violência, Aécio disse que a rival "tem problemas com números".

Sobre direitos trabalhistas, Dilma questionou o tucano sobre supostas "medidas impopulares" que tomaria se eleito. Ele respondeu falando em demissões na indústria de São Paulo, apontando os "piores" números de crescimento econômico.

O tucano lembrou falas anteriores da petista de que a inflação está sob controle, mas perguntou por que países vizinhos crescem mais com inflação menor. "A inflação está aí", disse Aécio. "Vocês sempre gostaram de plantar inflação para colher juros", respondeu Dilma.

Em diferentes momentos do debate, os dois divergiram sobre a paternidade de programas sociais. Dilma se referiu ao "meu Bolsa Família". "Não faça isso. O Bolsa Família não é seu", retrucou o candidato. Dilma disse que Aécio questiona algo que "o mundo reconhece".

Quando debateram sobre o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), Dilma afirmou que o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) proibiu a construção de escolas técnicas. "Não consigo entender essa obsessão de ter um programa para chamar de seu. O seu governo não inventou as escolas técnicas", disse Aécio.

O tucano questionou Dilma sobre a Petrobras. Neste sábado, ela admitiu que houve desvios de recursos na empresa. Ele quis saber se a candidata confia no tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que teria obtido recursos para campanhas do partido por meio da empresa.

"Da última vez que um delator denunciou alguém do seu partido, no caso do metrô e dos trens, o senhor disse que não confiava na palavra de um delator", afirmou Dilma. "Se a senhora acha que houve desvios, a senhora está confiando na palavra do delator. Por que ao longo desses anos não se tomou providência?", indagou o tucano.

Leia abaixo a íntegra das considerações finais dos candidatos:


Continue lendo

sábado, 18 de outubro de 2014

Aécio tem “arma secreta” para usar contra Dilma em penúltimo debate

0 comentários


Neste domingo (19) vai ao ar pela TV Record o penúltimo debate antes das votações entre o candidato à presidência Aécio Neves (PSDB) e a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT). Segundo Lauro Jardim, da Veja, Aécio teria uma arma secreta para usar contra Dilma no encontro.

Segundo o colunista, o candidato tucano recebeu documentos com denúncias contra familiares de Dilma. Pelo que Aécio revelou aos mais próximos, trata-se de material bastante comprometedor, e que seria usado como uma espécie de contra-ataque às acusações da presidente.

Aécio deixa claro que não começará atacando, mas certamente usará esse material caso Dilma lhe faça novamente acusações pessoais, como fez nos dois últimos debates, na Band e no SBT.
Continue lendo

Em Passira, Paulo realiza festa do dia das crianças dos alunos de Tamanduá

0 comentários

Paulo Júnior, ex-candidato a vereador, Presidente da Associação Educativa e Recreativa Boa Vista e Professor da Escola Municipal Maria José de Medeiros do Sítio Tamanduá, Zona Rural de Passira, Agreste de Pernambuco, realizou na última sexta feira a comemoração do dia das crianças, em homenagem ao dia 12 de outubro. O Cafundó Camp Club, no sítio Varame, foi palco da recepção de cerca de 100 alunos divididos entre 5 turmas, 6ª ano A, 6ª ano B, 7 ano B, 7ª série A e 7ª série B, com direito a muita alegria.

"É com muito amor que por dois anos ensino e desempenho meu trabalho no Sítio Tamanduá, 2011 e 2014. Fico feliz em praticar as festividades da estudantada fora do reduto escolar, acredito que a socialização e o desempenho do processo ensino-aprendizagem requer deles ambientes estimuladores e inovadores." Afirmou Paulo Júnior ao Blog Aventura Passira.

Confiram as fotos:







Continue lendo

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Prefeitura Municipal de Passira realizará a I Ação Cidadã

0 comentários


A cidade de Passira receberá neste sábado (18 /10) a partir das 7h, no pátio de eventos, um grande evento de cidadania, será realizada pela Prefeitura de Passira em parceria com a Acqualimp, a I Ação Cidadã.

O Evento acontece dentro do Programa Saúde na Praça, criado pela Secretaria Municipal de Saúde, neste sábado, além dos tradicionais serviços oferecidos pela Secretaria de Saúde, vários outros serão disponibilizados à população através das Secretarias de Agricultura, Desenvolvimento Econômico, Educação e Secretaria da Mulher.

Na ocasião, o prefeito Silvestre assinará ordens de serviços para as ampliações das Unidades de Saúde da Família de Tamanduá, Poço do Pau, Alto da Esperança e do II Distrito - Bengalas. Além de entregar à Secretaria de Saúde mais três veículos novos.

É a prefeitura de Passira trabalhando para construir um futuro melhor.
 

Continue lendo

Noblat: "No debate do SBT, Aécio Neves fez picadinho de Dilma"

0 comentários


Se alguém quase se rendeu a baixarias foi Dilma. Aécio Neves deixou de ser tucano.

Na versão política, tucano é uma ave que, apesar do bico grande, bica com delicadeza. É capaz de perder a vida para não perder a elegância. Foi assim, por exemplo, com Serra no primeiro debate do 2º turno contra Dilma em 2010.

De certa forma foi assim também com Aécio no debate da última terça-feira contra Dilma na Rede Bandeirantes de Televisão.

Quem imaginou que ele, ontem, no debate do SBT, ofereceria a outra face para apanhar, enganou-se.

O instinto de sobrevivência empurrou Aécio para cima de Dilma, e dessa vez foi ela que não estava preparada para enfrentar tamanha fúria.

Marqueteiros costumam dizer que o eleitor detesta troca de ataques entre candidatos. Lorota.

O eleitor diz que detesta para aparecer bem na foto – mas ela gosta de ataques, sim. Os ataques só não podem resultar em baixarias.

Se alguém quase se rendeu a baixarias foi Dilma quando tentou aplicar uma pegadinha em Aécio. Perguntou o que ele achava da lei que pune motoristas que dirijam bêbados ou drogados.

Uma vez, no Rio, Aécio foi surpreendido por uma blitz da Lei Seca. E se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Se Dilma sabe que ele estava bêbado ou drogado deveria ter dito. É uma grave acusação que não pode apenas ser insinuada. Ela preferiu insinuar. Leviandade.

No debate da Band, Dilma impôs a Aécio sua agenda de discussão. Acuou-o com perguntas sobre o governo dele em Minas. Aécio saiu derrotado.

No debate do SBT, Aécio impôs sua agenda. E rebateu os ataques de Dilma com calma, lógica e argumentos bem pensados. Foi impiedoso.

Dilma voltou a perguntar pelos parentes que Aécio empregou no governo de Minas. Aécio respondeu sobre apenas um deles – sua irmã, Andrea, que trabalhou no governo sem nada ganhar.

Em seguida, Aécio perguntou a Dilma pelo irmão dela, “que ganha sem trabalhar” da prefeitura de Belo Horizonte. Dilma fugiu da resposta. E começou a falar em "dilmês"

Aécio carimbou na testa de Dilma que ela não conhece direito Minas Gerais. Dilma passou recibo da acusação.

O debate acabou com Dilma nocauteada. Não é força de expressão.

Desorientada, como se não soubesse direito onde estava e o que lhe aconteceu, Dilma perdeu a voz ao responder à pergunta de uma repórter do SBT. Esqueceu que estava ao vivo. E, aparentemente grogue, pediu para recomeçar.

Não conseguiu. Alegou então que estava passando mal. Uma queda de pressão. Foi socorrida com um copo de água. Arranjaram-lhe uma cadeira.

Quis voltar à responder à repórter. Como seu tempo acabara, se irritou com ela. Chamou-a de "minha querida".

Desfecho perfeito para uma luta que perdeu.

Com Informações de Ricardo Noblat
Continue lendo

“Debate do SBT” entre Aécio X Dilma explode e atinge ótima audiência

0 comentários


O SBT promoveu nesta quinta, 16 de outubro, às 18h, o debate do segundo turno com os candidatos à Presidência da República, Aécio Neves e Dilma Rousseff, com a apresentação e mediação do jornalista Carlos Nascimento. Transmitido ao vivo pela emissora, pelo portal UOLe pela rádio Jovem Pan, a atracão teve a duração total de uma hora e vinte minutos, dividido em três blocos, com dois intervalos de quatro minutos cada um.

O primeiro e segundo blocos foram compostos por quatro rodadas de perguntas livres entre os candidatos. Os tempos determinados para pergunta, resposta, réplica e tréplica foram os seguintes: pergunta – 1 minuto ; resposta – 2 minutos; réplica – 1 minuto; e tréplica – 1 minuto. O terceiro bloco também teve quatro rodadas de perguntas seguido das considerações finais, onde os candidatos terão um minuto e meio cada um.

Na audiência, o debate foi bem e registrou excelente média. No total, foram 8.8 pontos de média com 12 de pico e 16.2% de participação, obtendo o segundo lugar isolado, já que, no mesmo período, a Record apareceu na terceira colocação com 7.3 pontos. Já a Globo liderou com 15.2 e a Band apareceu com 3.2 pontos. Cada ponto equivale a 65 mil habitantes na Grande São Paulo.
Continue lendo

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Incêndio em Padaria durou aproximadamente 40 minutos na madrugada de hoje

0 comentários

Foi informado há pouco com exclusividade pelo Blog Aventura Passira, o trágico incêndio que tomou conta de um estabelecimento comercial na cidade de Passira, Agreste de Pernambuco, a Padaria Nossa Senhora da Conceição, localizada na área central da cidade. Com informações oficiais o incêndio iniciou por volta das 4:30 na madrugada de hoje, quinta feira (16), com duração aproximada de 30 a 40 minutos, foi possível ouvir estouros vindos de dentro do prédio, próximo ao local onde estava o vigilante da Prefeitura Municipal que gritava avisando que a Padaria estava em chamas.

Chegando ao trabalho, o forneiro arrombou a porta e tentou apagar o fogo com os extintores, o calor era intenso com muitas fumaças, o que dificultou a tentativa de amenizar as chamas. Informações passadas oficialmente é de que entre as perdas materiais estão uma TV, uma prateleira e a maioria das mercadorias.

Vejam mais fotos do ocorrido:







Continue lendo

Incêndio destrói padaria na área central da cidade de Passira

0 comentários

Trágico acontecimento ocasionou incêndio em Padaria na cidade de Passira, Agreste de Pernambuco. Localizada no centro comercial da cidade, na Rua da Matriz, o estabelecimento comercial aparenta ter sofrido perda total entre imóveis e mercadorias. Indícios dão conta que o fogo tomou proporção na madrugada de quarta para quinta, ontem e hoje respectivamente, falha na instalação elétrica deve ter sido a causadora do incêndio, esta portanto é a maior evidência. Apesar do fogo ter sido considerado por populares como em grande proporções não houve feridos muito menos afetou as casas em torno do prédio.

Em tempo, este estabelecimento comercial é histórico e tradicional na Terra dos Bordados, já passou por várias gerações e proprietários, sendo administrado atualmente pelo Sr Carlos, conhecido como Carlinhos.

Mais informações a qualquer momento. Vejam as fotos enviadas por leitores via Whatsapp:




Participe você também. Qualquer informação nos envie através do Whatsapp do Blog Aventura Passira, 08197419305
Continue lendo